Micaely é a primeira colocada em administração pública

Micaely Conforto da Costa, 17 anos, nasceu em Paranaguá e passou a infância e a adolescência entre Matinhos e Morretes, cidade natal de seu pai o técnico-administrativo em educação, Luís Fernando da Costa Júnior, que trabalha na UFPR Litoral há nove anos. No ano passado completou o ensino médio no Colégio Estadual Gabriel de Lara, em Matinhos, decidida a seguir a carreira que o pai escolheu. “Eu espero crescer em várias áreas da minha vida, acadêmica e pessoal, e explorar os conhecimentos da melhor forma possível, extraindo o máximo possível”, contou Micaely.

A estudante afirma que escolheu o curso porque gosta de estudar sobre política. “Eu gosto muito e acho necessário o seu estudo. Para me preparar para o vestibular eu li bastante, li vários livros e foi isso que me ajudou na interpretação das questões na 1ª fase e na produção de texto na 2ª fase”, declarou a caloura.

Os pais de Micaely, Luis Fernando e Mariane Conforto da Costa, também fizeram suas graduações em Gestão Pública e Gestão Ambiental, respectivamente, na UFPR Litoral. Mariane está orgulhosa da filha, “espero que ela aproveite todas as oportunidades que a universidade oferecer e que ela seja uma ponte para sonhos maiores”. Luis Fernando fez ainda mestrado em Desenvolvimento Territorial Sustentável, também na UFPR Litoral, e foi secretário de educação do município de Morretes em 2017.

Como surgiu seu interesse pelo campo de gestão pública e pela política? Minha mãe sempre me mostrou, com suas atitudes, a importância da cultura da paz pelo diálogo, desde a escola eu já participava da representação estudantil, direta ou indiretamente. A relação interpessoal era função principal nas empresas e instituições que trabalhei, acho que isso colaborou para a vida pública, sempre gostei de trabalhar com pessoas, mediar conflitos, propor e agir para o bem comum.

Você já observava em sua filha o interesse pela mesma área ou ela lhe surpreendeu com a escolha? Ela cresceu sabendo da importância dos estudos e do conhecimento, sempre quis que escolhesse seu caminho. Desde criança vejo sua capacidade de inserção social e liderança, em nenhum momento interferi na escolha que, por sinal, foi ótima! Nosso país está carente de administradoras públicas que não compactuem com retrocessos, principalmente na política, espero que ela seja dessa geração e com o ‘inconformismo milenial’ faça sua ferramenta para a boa atuação profissional.

Sua família tem uma estreita relação com o Setor Litoral da UFPR, acredita que seu filho mais novo vai acabar estudando aqui? A possibilidade real de estudar em uma Universidade centenária com professores altamente capacitados dá segurança à qualquer pai/responsável. Entretanto, a ‘condição-mor’ para isso está nas mãos do governo federal em manter investimentos e políticas públicas que consolidem a descentralização – ou a interiorização – do ensino superior brasileiro; se isso acontecer a resposta é sim. Do contrário, vai obrigá-lo a sair daqui, o que eu menos desejo.

Rua Jaguariaíva, 512 - Caiobá
Matinhos, Paraná | CEP 83.260-000
Fone: (41) 3511-8300