Menu

Conheça o Curso

Conforme o Projeto Pedagógico do Curso (PPC) seguem algumas características gerais da Licenciatura em Educação do Campo – Ciências da Natureza (Lecampo)

O curso com duração mínima de 4 anos (8 semestres letivos) e 3.400 horas, tem o objetivo de ofertar uma formação na qual o egresso possa atuar: a) na docência nas séries finais do ensino fundamental e ensino médio, neste caso, na área do conhecimento das Ciências da Natureza; b) gestão de processos educativos; c) organização de processos comunitários. Na sua organização curricular prevê etapas presenciais em regime de alternância entre tempo universidade (TU) e tempo comunidade (TC), buscando garantir a articulação entre realidade dos sujeitos e a educação.

Assim, de acordo com o Projeto Político Pedagógico (PPP) do Setor Litoral da UFPR, que abrange três espaços de aprendizagem: Fundamentos Teóricos – Práticos; Projetos de Aprendizagem; Interações Culturais e Humanísticas, o curso estrutura seu PPC.

a) Projetos de Aprendizagem: um possível articulador do processo Os Projetos de Aprendizagem ou aprendizagem por projetos, baseados também no Projeto de Vida de cada educando/a poderá colocar-se como um articulador entre os estudos, as vivências e o trabalho, contribuindo para construir a abstração e a apropriação de conhecimentos, articulados com a realidade, podendo ser no final do curso um trabalho de conclusão. O Projeto geralmente tem como eixo o mundo do trabalho de forma geral e, como foco, uma atividade desenvolvida na família, ou comunidade. Tal objeto constrói-se a partir de um tema ou problema diagnosticado pelo próprio educando/a que passará a analisar e chegar próximos à questão central. A partir deste problema, elegerá um eixo dialógico do qual todo projeto é discutido, aprofundado, orientado e executado.

b) Fundamentos Teórico-Práticos: Módulos de Aprendizagem e Eixos Temáticos Os Fundamentos Teórico-Práticos consistem em módulos temáticos que são elaborados por equipe interdisciplinar de professores, pautados em conceitos atualizados e contextualizados na realidade da profissão. Nestes módulos são estudados os conteúdos necessários à profissão, atendendo-se amplamente as diretrizes curriculares nacionais e as diretrizes operacionais da educação do campo. Os fundamentos teórico-práticos são meios e não fins no processo de formação.

c) Interações Culturais e Humanísticas: Seminários e Oficinas Locais, este espaço de aprendizagem abrange as relações entre os Saberes científicos, culturais, artísticos, populares, pessoais entre outros. O estudante participará de atividades que despertam seu interesse e compreensão sobre as relações humanas. As Interações Culturais e Humanísticas propicia um espaço de integração de diferentes áreas do conhecimento onde são desencadeadas discussões e reflexões sobre temas relevantes, a fim de proporcionar um processo de formação integral dos educandos. No Curso este espaço de aprendizagem ocorrerá nos Seminários e Oficinas Locais agregando discussões, reflexões e troca de saberes e aproximando os educadores das diferentes comunidades.

Organização dos tempos educativos

O curso se organiza em tempos e espaços educativos diferenciados de acordo com a dinâmica das atividades pedagógicas propostas e da demanda dos/as educandos/as, devido ao fato de estarmos trabalhando com o regime da alternância. Outra característica é a itinerância dos docentes, que possibilita a realização do curso em lugares onde não há a presença física da universidade, bem como a impossibilidade dos sujeitos que lá vivem se deslocarem para lugares onde a universidade esteja instalada, por isto o curso também se organiza em territórios para além das suas instalações físicas. A Alternância aqui referida será desenvolvida pela conjugação de períodos alternativos de formação, denominado Tempo Universidade (TU) e Tempo Comunidade (TC).

O Tempo Universidade corresponderá ao período em que o acadêmico permanecer na Universidade em contato direto com o saber sistematizado, planejando e recebendo orientações dos docentes. Neste período, os acadêmicos desenvolvem as atividades comuns, previstas na formação de todos os acadêmicos independentemente da metodologia.

O Tempo Comunidade corresponde ao período em que o acadêmico é motivado a partilhar seus conhecimentos e experiências de sua atividade profissional e/ou familiar, na comunidade ou nas instâncias de participação social e de classe. No tempo comunidade o estudante desenvolverá pesquisas, projetos experimentais, atividades grupais, entre outras atividades com o auxílio do planejamento e acompanhamento pedagógico dos docentes.

PPC LECAMPO

Rua Jaguariaíva, 512 - Caiobá
Matinhos, Paraná | CEP 83.260-000
Fone: (41) 3511-8300